Sniper de Questões - Resumov

#045 Estudar o dia inteiro é uma forma de preguiça (o que fazer no lugar)

June 08, 2020 Susane Ribeiro
Sniper de Questões - Resumov
#045 Estudar o dia inteiro é uma forma de preguiça (o que fazer no lugar)
Chapters
Sniper de Questões - Resumov
#045 Estudar o dia inteiro é uma forma de preguiça (o que fazer no lugar)
Jun 08, 2020
Susane Ribeiro

 O que é melhor: A) Estudar o dia inteiro rendendo mais ou menos B) Tem um estudo mais focado e impactante. 

Imagino que você escolheu B. Mas, é impossível estudar o dia inteiro e ter um estudo focado. Hoje conversamos sobre esse mito de estudar o dia inteiro e principalmente o que fazer no lugar. 

Saiu o Desafio Sniper Simplifica do meio do ano! Ele é gratuito: 
https://www.sniperdequestoes.com.br/materiais/sniper-simplifica-meio-do-ano/

Lá você vai descobrir:

  1. Qual matéria priorizar em natureza (e como)
  2. As 2 coisas mais importantes ao estudar qualquer matéria agora
  3. Assuntos mais frequentes e mais fáceis pela TRI em matemática
  4. Estratégia Sniper de matemática
  5. Melhores técnicas de resolução de questões de exatas


- Sniper de questões  https://www.sniperdequestoes.com.br/
- Use o cupom RESUMOV nos cursos online
- Professor Ferretto, Imaginie, projeto redação, gabaritageo, se liga nessa história - cupom RESUMOV
-Stoodi: https://www.stoodi.com.br/extensivo-2020/?utm_medium=cpc&utm_campaign=resumov&utm_content=extensivo-2020&utm_term=fevereiro&utm_source=resumov

Desafio Sniper Simplifica do meio do ano! Ele é gratuito:
https://www.sniperdequestoes.com.br/materiais/sniper-simplifica-meio-do-ano/


Show Notes Transcript

 O que é melhor: A) Estudar o dia inteiro rendendo mais ou menos B) Tem um estudo mais focado e impactante. 

Imagino que você escolheu B. Mas, é impossível estudar o dia inteiro e ter um estudo focado. Hoje conversamos sobre esse mito de estudar o dia inteiro e principalmente o que fazer no lugar. 

Saiu o Desafio Sniper Simplifica do meio do ano! Ele é gratuito: 
https://www.sniperdequestoes.com.br/materiais/sniper-simplifica-meio-do-ano/

Lá você vai descobrir:

  1. Qual matéria priorizar em natureza (e como)
  2. As 2 coisas mais importantes ao estudar qualquer matéria agora
  3. Assuntos mais frequentes e mais fáceis pela TRI em matemática
  4. Estratégia Sniper de matemática
  5. Melhores técnicas de resolução de questões de exatas


- Sniper de questões  https://www.sniperdequestoes.com.br/
- Use o cupom RESUMOV nos cursos online
- Professor Ferretto, Imaginie, projeto redação, gabaritageo, se liga nessa história - cupom RESUMOV
-Stoodi: https://www.stoodi.com.br/extensivo-2020/?utm_medium=cpc&utm_campaign=resumov&utm_content=extensivo-2020&utm_term=fevereiro&utm_source=resumov

Desafio Sniper Simplifica do meio do ano! Ele é gratuito:
https://www.sniperdequestoes.com.br/materiais/sniper-simplifica-meio-do-ano/


Então, você vive esse título ‘’Estudar o dia inteiro é uma forma de preguiça’’, e está achando ‘’o que ela falar?’’, porque estudar o dia inteiro não é uma forma de preguiça. E hoje, eu vou te falar que é sim, eu vou te contar por quê, como não fazer isso e o que fazer no lugar. Antes de a gente começar, quero te contar sobre o desafio Sniper Simplifica do meio do ano. Saiu o novo Sniper Simplifica e agora pensando ‘’Como você pode estudar em poucos meses para passar, para montar sua estratégia em poucos meses. E a gente analisa as estratégias de prova e incidência. Vá lá, se inscreva no link na descrição e faça o desafio Sniper Simplifica do meio do ano.

        Você acha que é possível passar o dia inteiro fazendo prova antigas? Por experiência própria e eu sou uma pessoa que consegue estudar muito tempo, eu acho impossível você passar 8 horas, 10 horas fazendo provas antigas, e eu falo de horas líquidas. É impossível você estudar o dia inteiro de maneira eficiente. Então, o que nos resta? Estudar o dia inteiro de maneira ineficiente é o que a maioria das pessoas fazem. E quando você conversa com aprovados, antes eles falavam ‘’ah, antes eu errava isso e deu certo quando eu mudei’’ Você vê que quase unânime, que as pessoas começam estudando o dia inteiro, de forma errada.

        De onde vem isso? Vem principalmente pensar quem passa em vestibulares concorridos são pessoas que estudam o dia inteiro, ou seja, você se sente na pressão de estudar o dia inteiro, talvez não seja nem a pressão, mas seja a constatação ‘’ah, como todo mundo estuda o dia inteiro, eu vou estudar o dia inteiro’’. O que acontece? Você vai lá e tenta estudar o dia inteiro, mas quando você vai estudar o dia inteiro, você vê que não é possível estudar com alta eficácia o dia inteiro. Quando eu falo em eficácia é realmente o que vai aumentar a sua nota final na prova, o que vai te fazer passar e eficiência é você aprender de maneira eficiente.

        Por exemplo, você pode aprender um assunto que não cai de maneira eficiente e isso não vai fazer diferença na sua nota final ou vai fazer pouquíssima diferença que caem em simulados a cada 5 anos. O que é mais eficaz? É isso que temos que pensar no seu estudo do dia-a-dia. As pessoas começam estudando o dia inteiro, estudando várias horas as matérias que valem muito pouco, como humanas, estudando gramática, fazendo resumos ou vendo muito vídeo-aulas que é um dos principais.

        Se você pegar uma matéria como biologia, você assiste milhares de horas, isso é altamente um estudo ineficaz, porque biologia você não precisa tanto de vídeo-aulas, você pode optar por um curso bem mais direto ao ponto e começar logo a fazer provas, o que não sempre dá certo para matemática, pois você mesmo assistir à aula, ir passo a passo, fazer cada pequeno pedaço e evoluir um por vez, mas biologia todo mundo conseguiria aprender com uma aula mais básica e depois remover lacunas na teoria. Mas não irei entrar nessa parte de técnicas de estudo, porque quero focar na eficácia, como você pode ter um estudo melhor e darei a ideia geral e mais detalhes, você encontra no Sniper de Questões.

        Nós falamos essa questão de pensar que é aprovado se estudar o dia inteiro, portanto, você vai estudar o dia inteiro e isso se torna um estudo ineficaz estudando o dia inteiro, pois você acha que isso é necessário para passar, e o que acontece é que você deixa de fazer aquelas pequenas atividades que são mais importantes, mas são mais difíceis. Você pensa ‘’se eu fizesse essa atividade mais difícil, eu não vou conseguir estudar o dia inteiro’’. Exemplo disso é você fazer um simulado com vários assuntos que você estudou, no qual você mesmo cria seu próprio simulado, faz questões de listas de exercícios que você já estudou, ou seja, revisando questões, faz provas antigas, que é a melhor maneira de estudar, faz flashcards.

        Mas você pensa ‘’se eu fizer provas antigas, eu não conseguirei estudar o dia inteiro’’, pois será muito cansativo e é exatamente esse ponto, quando você faz um estudo altamente eficiente, por exemplo, fazer questões antigas de português e humanas, mesmo sem ver toda a matéria, isso é extremamente incomodante, você vai errar bastante, vai cansar e provavelmente não vai querer estudar o dia inteiro ou não vai conseguir e a mesma coisa vai ser se você for fazer um simulado de mecânica, você vai no aplicativo de questões e escolhe 100 questões para fazer e aquilo dói, porque tem questões que você não lembra, e tem que voltar na ideia da teoria e não tem como fazer isso o dia inteiro.

        Então se pergunte ‘’quais são essas coisas você não está fazendo’’, que são importantes, independentemente se você está começando, se você está no meio ou no fim do caminho e que você não está fazendo, porque fazê-las te deixaria muito cansado ou meio para baixo depois de errar. Quais são essas coisas? Anote isso em algum lugar, então é o quê? Prova antiga? Simulado? Se for prova antiga que dá pra começar logo, é português, depois humanas, e é claro que você não vai deixar de fazer o estudo mais fácil. Você pode pegar seu guia e 1/3 do seu dia você fazer esse estudo mais difícil e o resto do tempo, você pode assistir vídeo-aula ou estude de uma forma mais tranquila, porque não tem como passar o dia inteiro em um estudo mais difícil.

        Para quem está começando, você pode passar mais horas estudando matemática ou para algumas pessoas pode ser fazer redação, bem como redação no enem é a matéria mais importantes, ou seja, não tem porquê deixar para depois, sendo que redação é mais importante, mesmo se você está fazendo 900 pontos, faça pelo menos 1 vez a cada duas semanas para manter o que você está fazendo. E se você está fazendo 700, continue fazendo, melhorando, até ser nota 1000.

        Isso é algo que faço bastante no trabalho, porque você pode trabalhar o dia inteiro, fazer várias coisas que não muda nada a sua vida e sempre você precisa sentar de manhã na sua mesa de trabalho, de estudo e pensar qual a coisa mais importante, o que vai fazer maior diferença na nota da prova e anotar mesmo, não pensar que eu vou aprender mais e é isso que todo dia você tem que se perguntar ao sentar para estudar. Você vai ver claramente que às vezes reler a matéria, ver de novo uma vídeo-aula e refazer questões que você lembra, então, para quê você vai refazer algo que você lembra?

        Você vai ver que é importante manter fresco na cabeça coisas que você estudou ou fazer novas questões, mas não reler a matéria. São essas pequenas coisas diárias, semanais, mensais que você tem sempre que pensar, a prova chegará daqui uns meses, ou seja, quanto mais você pensar na prova hoje, melhor você vai na prova e isso envolve montar uma estratégia de prova. Como você vai se preparar para a prova, por exemplo, o Enem tem o TRI e como você incluirá o TRI no seu dia? Não pensando somente nas questões fáceis de matemática, na sua estratégia inteira de provas, sabendo que português vale pouquíssimo, se você acertar 40 ou 30, a diferença de nota é muito pequena.

        Então, como você lida com essas pequenas coisas ao montar sua estratégia de provas? É isso que nós falamos no Sniper Simplica do meio do ano, ou seja, é muito importante você ter sua estratégia e às vezes você pode pensar se eu for montar uma estratégia, vou levar várias horas para ver como fazer isso, mas isso é investimento, estratégia de prova é investimento, você definir como você vai estudar com maior eficácia, para você chegar lá acertando o que precisa acertar, dando menos importância para a matéria, para assuntos que não caem ou para questões mais difíceis que quase ninguém acerta, que, portanto, não vão te dar uma nota tão alta.

        Quando converso com estudantes que acertam um nível de questões no enem que nem foram altas, mas passaram nos principais cursos e ver a estratégia, isso faz muita diferença e para outros vestibulares, como FUVEST, UNICAMP, UNESP, você também tem que montar sua estratégia e pensar quais suas fraquezas, quais suas forças e aplicar para você. A ideia é montar essa lista, primeiro, claro, sua estratégia de estudos de prova e depois faça uma lista do que precisa fazer para ter maior eficácia nos seus estudos, estudar o que mais cai, fazer exercícios dos assuntos que mais caem, por exemplo, matérias mais importantes ter que gabaritar, do que uma matéria menos importante, ou seja, vai montar sua estratégia e seguindo diariamente.

        Todo dia você se pergunta no fim do dia, ‘’hoje eu estudei de uma forma eficaz?’’ Então, você estudou neste dia de uma forma que vai ter um resultado na sua nota final que vai passar você passar ou não? E isso é algo que você deve pensar todos os dias, a cada fim do dia de estudos e já pensando no próximo também. Essa análise dá trabalho, na minha própria vida, assim, trabalhando, eu faço essa análise com diário, melhor dizendo, eu escrevo o que está acontecendo, o que se chama de páginas matinais, é bom para desenvolver suas criatividades, para desenvolver problemas que aparecem na sua vida e organizar as ideias.

        No caso que eu faço, a ideia é fazer três páginas, é o caminho do artista, de onde eu tirei isso, são três páginas de manhã que você tem que escrever a mão e você pode escrever o que está pensando, o que der na telha e se você não estiver ideia do que escrever, escreva ‘’eu não tenho ideia do que escrever e continua...’’ e o importante é escrever e verás que isso vai fluindo e alguma hora você vai começar a falar dos estudos e vai observar isso dá certo, pode ser melhor mudar isso, aquilo. E às vezes você tem respostas dentro da sua própria cabeça, só que às vezes você não escuta ou não tem como acessar isso, porque estamos tão distraídos com tantas coisas para fazer.

        Para mim, ajudou muito a ter clareza do que é mais importante, do que faz mais diferença, porque tem milhares de coisas que você pode fazer de formas de estudar, de gente dando dicas e às vezes você não precisa de mais dicas, mas você só precisa organizar suas ideias, seguir as dicas que fazem mais diferença para sua estratégia de prova. O que eu quero que aconteça para você, depois que você começar a seguir isso? Em um dia que você não foi eficaz, você percebe no fim do dia que hoje não deu certo, e pensa, hoje eu estudei muito, mas não é alguma coisa que não vai ter resultado na prova.

        Por exemplo, você assistiu 3 horas de vídeo-aula de biologia ou de português e isso não é uma coisa que dá resultado, então, no final do dia você percebe isso e muda no dia seguinte, pois a ideia dessa reflexão é justamente essa. Exemplo, um dia você não meditou, mas no fim do dia você percebeu que não meditou como deveria meditar e pensa ‘’amanhã tenho que meditar, com certeza’’, isso é algo que eu faço. Às vezes não dá certo e não tem problema, o importante é você voltar no dia seguinte melhor e tentar resolver.

        Já escutei em outros podscasts ou em algum livro em que você pensa ‘’Qual é o seu melhor comportamento? Onde você quer chegar?’’ e se um dia você não conseguir isso, no outro você faz, então não tem problema no longo prazo, o importante é sempre você melhorar, outra coisa que vai acontecer seguindo isso, é que, depois de vários dias de ser eficaz, ou seja, sempre pensar na nota lá na frente, quando você for sentar para estudar, você sempre vai pensar isso, que a primeira é saber se isso terá resultado para a prova e pensa ‘’esse estudo que estou fazendo agora vai dar resultado?’’ e isso muda tudo.

        No meu caso, quando vou sentar para trabalhar, tenho várias coisas para fazer, então tenho que colocar título no vídeo do youtube, tenho que colocar thumbnail, tenho que postar no instagram, fazer stories, tenho que fazer e-mails, fazer vídeos novos para o sniper, tenho podcast, vídeo no youtube, roteiro, escrever o livro que estou escrevendo, ou seja, tenho muitas coisas para fazer. O que eu priorizo? Eu priorizo o trabalho criativo, o trabalho que me faz estar aqui, que é desenvolver essa criatividade, ou melhor, pesquisar, escrever, fazer roteiro, então, sempre escrever, gravar, são essas duas coisas que faço pela manhã.

        Eu não faço capa de vídeo no youtube, não faço título, não faço post no instagram, eu não faço nada que não seja mais importante, que é escrever essas ideias (podscast, youtube, livro), ou seja, a parte criativa é o mais importante. O resto eu deixo em momentos que não consigo gravar, por exemplo, depois do almoço, que eu estou mais cansada, onde eu deixo essas atividades para lá e assim, isso faz uma diferença impressionante. O que isso envolve? Isso envolve alguém mandar um email que está com algum problema, eu não vou ver isso, eu não vou mexer com nada disso, enquanto eu não fizer o mais importante da manhã, que é o trabalho criativo.

        A mesma coisa é para você ‘’Qual o estudo mais importante para você’’, você pode colocar nos seus melhores horários, eu falo melhores horários, porque há pessoas que estudam melhores à noite, por mais incrível que pareça, eu não entendo isso, pois sempre estudei de manhã, mas sempre coloque no seu melhor horário e isso faz muita diferença, a ideia é essa, sempre pensar na eficácia, no que dará melhores resultado e tem outra coisa que é o Princípio de Pareto onde 20% das pessoas têm 80% da riqueza, que 20% das sementes produzem 80% das flores, dos frutos e isso está na natureza, então 20% do seu tempo, você adquire 80% do resultado.

        Pense em sempre priorizar esses 20% e até aumentar o tempo para ele, então 20% serão 80% dos resultados, provavelmente esses 80% vão ser refazer flashcards, provas antigas, estudar os assuntos mais importantes, sempre use o Pareto e tem o Pareto até extremo, tem uns que falam que 5% do seu trabalho, ele gerará 95% do resultado, em outros casos, 1% vai gerar 99% dos resultados. Se você pensar eu uma pessoa que de 10 horas, estuda somente 1 hora fazendo exercícios e as outras 9 horas assistindo vídeo-aula, são esses 10% que darão 90% dos resultados e isso temos que incluir/incorporar na vida, porque é isso que faz você ir para frente.

        Não só agora estudando para o vestibular, então guarde com você essa ideia do Pareto quando você estiver trabalhando ou quando estiver na faculdade e pensar ‘’quais são as pequenas atividades que darão maior resultado?’’ e elas muitas vezes são fora da caixa, por exemplo, quando você está na faculdade, você pode seguir o caminho que todo mundo segue, onde todo mundo estuda e faz a prova e fica ali naquele quadradinho ou você pode estudar e fazer a prova e pensar em pequenas coisas, que vão fazer uma grande diferença lá na frente.

        Pode ser uma iniciação científica em uma área que no futuro vai ser maravilhosa, pode ser um estágio em uma empresa que vai fazer muita diferença no seu futuro ou alguma outra habilidade que pode ser falar em público, sendo que ninguém fala em público em sua sala e você aprende essa habilidade que vai fazer uma diferença enorme.

        Por exemplo, você pega médicos, tem médicos que são maravilhosos, os melhores da área, só que quem fica mais famoso, eu não estou dizendo que é ser famosos que queres ser, pensa em alguma profissão ou alguém que é muito bom, mas normalmente quem é que vai se dá melhor é a pessoa que tem duas habilidades, mas é uma coisa que eu tenho pensado. Eu tenho colegas era 01 da minha sala, que eram realmente muito bons na faculdade de engenharia, no ITA, e assim, uma inteligência muito acima da média, pessoas inteligentíssimas, que o professor falava e ele já pegava no ar o assunto, ou seja, já aprendia e depois explicava pra gente.

        Depois que a gente se forma, todo mundo começando a carreira e você percebe que só a inteligência, só a habilidade não faz você ter maior sucesso, e assim, sucesso é algo particular, que cada um tem que descobrir o que é pra si, mas a observação é que as pessoas medianas do ITA ou da faculdade são as que se dão melhor. Isso é algo que tenho pensando muito, elas veem que não são tão inteligentes para ser o melhor da minha sala, então vou ter outras habilidades, eu vou aprender a falar em público, eu vou aprender essa outra coisa e vão adicionando outras coisas, ‘’ah, vou viajar o mundo para ter outra ideia’’ ou ‘’vou ler esse outro tipo de livro’’ e elas vão fazendo essas outras coisas diferentes.

        Quando eu penso em médicos, eu penso em alguns que conheci que tem uma empatia enorme, se importam muito com o paciente e isso pode ser muitas vezes mais importantes do que você ser o topper da sua área, você realmente se importar com o paciente, porque o paciente vê nos seus olhos. No caso da engenharia, é o que eu conheço mais, é isso que vai fazer com que elas criem empresas que depois vão ser gigantescas, que façam coisas inovadoras. Você pensa ‘’a pessoa que fez uma coisa super inovadora, elas são super inteligentes, ela foi a primeira da sala dela’’ mas não, são as pessoas medianas ou as pessoas que estão no fim das notas que tem essas ideias.

        Pensando no que dá mais resultado e aplicando na sua realidade, isso não fica só no vestibular, mas na vida inteira, e eu sempre me pergunto isso, sempre tentando ver isso, e é claro, não pode matar a criatividade se pensar sempre o que vai dar mais resultados, mas é uma coisa que precisa estar presente sempre na vida, nos estudos, no trabalho. Eu espero que tenha passado a mensagem da ideia de pensar que é mais eficaz, que faz mais diferença ao longo prazo na sua nota, na sua capacidade de ser aprovado, eu falo principalmente na nota final, não na nota de uma matéria, mas assim, na nota final e se inclui duas fases.

        Exemplo disso é a FUVEST, muita gente estuda para a FUVEST e esquece que a matéria mais importante é português, literatura e redação e muitas pessoas esquecem esse detalhe e para o ENEM é a mesma coisa, tem as matérias mais importantes que as pessoas não percebem e a gente fala no desafio Sniper Simplifica no meio do ano, então a ideia é pensar nisso e se manter na faculdade.